Aviso: preg_match(): Falha na compilação: o quantificador não segue um item repetível no deslocamento 1 em /home/customer/www/mujereslibresdeviolenciaeniberoamerica.org/public_html/wp-includes/class-wp.php on-line 238
IV Conferencia Iberoamericana de Género. Iniciativa Iberoamericana para Prevenir y Eliminar la Violencia contra las Mujeres, una poderosa herramienta que permite avanzar en el logro de una vida libre de violencia en Iberoamérica. - Mujeres libres de violencia en Iberoamérica
.
02/07/2023
IV Conferência Ibero-Americana de Gênero. Iniciativa Ibero-Americana para Prevenir e Eliminar a Violência contra a Mulher, uma poderosa ferramenta que permite avançar na conquista de uma vida livre de violência na Ibero-América.

sob o lema "Rumo a uma Ibero-América inclusiva, democrática e sustentável", as ministras e altas autoridades dos Mecanismos Ibero-Americanos para o Progresso da Mulher, reuniram-se em Santo Domingo, República Dominicana, no marco da IV Conferência Ibero-Americana de Gênero, organizada pelo Ministério da Mulher da República Dominicana, a respeito a Secretaria Pro Tempore da Conferência Ibero-Americana, que o país mantém até março de 2023, sob a coordenação do Ministério das Relações Exteriores, bem como a Secretaria-Geral Ibero-Americana (SEGIB).

O objetivo da Conferência foi o diálogo político de alto nível, o cumprimento de compromissos e acordos para avançar na agenda da igualdade de gênero nos países da Comunidade Ibero-Americana.

Contou com delegações oficiais de Andorra, Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, República Dominicana, Equador, El Salvador, Espanha, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal e Venezuela .bem como com representantes de organizações internacionais como ONU Mulheres, CEPAL, PNUD e feministas proeminentes da região.

O evento foi presidido pela Ministra da Mulher da República Dominicana, Mayra Jiménez, o Secretário-Geral Ibero-Americano, Andrés Allamand, o Vice-Ministro de Política Externa do Ministério das Relações Exteriores, Rubén Silié e a cerimônia de encerramento foi presidida pelo Presidente da República Dominicana, Luis Abinader Corona.

Na abertura, a Senhora Mayra Jiménez destacou que a Ibero-América ainda enfrenta grandes desafios para desatar os nós estruturais das desigualdades de gênero, que excluem, discriminam e limitam as mulheres de serem sujeitos ativos do desenvolvimento. Entre elas, referiu a violência desumana, o tráfico de mulheres no âmbito do crime organizado, as grandes disparidades salariais de rendimento e proteção social, a maior carga de trabalho não remunerado, entre outras, reconhecendo os agravantes resultantes da interseccionalidade de outras clivagens. de desigualdade como idade, etnia, situação migratória, deficiência, entre outros.

Reforçou a necessidade de redobrar este compromisso com as mulheres, colocando a Iniciativa Ibero-Americana para Prevenir e Eliminar a Violência contra a Mulher, como uma ferramenta poderosa que permite avançar nessa direção.

Por sua vez, o Sr. Andrés Allamand, também recolheu a contribuição da Iniciativa Ibero-Americana para Prevenir e Eliminar a Violência contra a Mulher, que atualmente é presidida pela República Dominicana, e em breve pela Espanha, e fez um convite especial motivando o resto da países que ainda não fazem parte para aderir.

Apresentação da Iniciativa

Ao longo dos dias da Conferência, o Iniciativa Ibero-Americana para Prevenir e Eliminar a Violência contra a Mulher Foi destacado e valorizado por diferentes autoridades, o que possibilitou gerar um espaço de intercâmbio com representantes de outros países para estimular sua incorporação. Da mesma forma, foi colocado como parte dos temas da agenda, com a apresentação feita pela Senhora Sergia Galván, Assessora do Ministério da Mulher da República Dominicana, país que preside a Iniciativa.

A declaração

Após dois dias de trabalho, o declaração de conferência aprovado por consenso entre todos os países presentes, defende um novo modelo de desenvolvimento em busca de uma Ibero-América mais justa, equitativa, inclusiva e democrática, colocando no centro do desenvolvimento sustentável a igualdade de gênero e a participação plena, igualitária e substantiva, e sua autonomia em todas as esferas da vida pública e privada e nos espaços de decisão, como condição essencial.

compromissos

O encerramento da reunião esteve a cargo do Presidente da República Dominicana, Luis Abinader, que destacou o compromisso inabalável de continuar trabalhando para a transformação das condições de vida das mulheres, de seu futuro e de suas famílias, mesmo nos últimos tempos difíceis como aqueles que tiveram que viver.

No seu discurso, o presidente destacou a importância do reforço dos serviços de prevenção e atendimento à violência contra as mulheres, continuando a promover políticas de igualdade, para o pleno gozo dos direitos humanos culturais e coletivos dos cidadãos, bem como apoiando a promoção de mecanismos de política económica e ferramentas com perspectiva de gênero que contribuam para reduzir a pobreza em todas as suas dimensões e a desigualdade, diminuindo as brechas sociais e melhorando o acesso a serviços básicos.

Por sua vez, enfatizou a Iniciativa Ibero-Americana para Prevenir e Eliminar a Violência contra a Mulher, como a primeira plataforma permanente de cooperação ibero-americana na prevenção e eliminação da violência contra a mulher que busca se tornar uma referência regional e internacional, destacando suas seis linhas de trabalho: Prevenção da violência contra a mulher; Medir o custo econômico da violência contra as mulheres; Prevenção e atendimento à violência contra a mulher em situação de emergência; Análise dos efeitos do empoderamento econômico das mulheres sobre o risco de incidência de violência; Produção de dados e estatísticas sobre violência contra a mulher e formas emergentes de violência contra a mulher.

Mais fotos aqui